TST - AIRR - 2038/2001-017-01-40


25/fev/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. DESPACHO DE ADMISSIBILIDADE DE ECURSO DE REVISTA QUE NÃO O RECEBE ANTE O FATO DE QUE O ADVOGADO QUE O SUBSCREVEU ESTÁ SEM PROCURAÇÃO NOS AUTOS, TAMBÉM NÃO TENDO ASSISTIDO A PARTE EM AUDIÊNCIA. IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. JURISPRUDÊNCIA DO TRIBUNAL SUPERIOR DO TRABALHO. Despacho de admissibilidade de recurso de revista que não o recebe ante o fato de que o advogado subscritor do recurso não tem procuração nos autos e nem assistiu a parte em audiência. Impossibilidade de intimação da parte para sanar a irregularidade de representação, haja vista que a interposição de recurso não é ato reputado urgente, porquanto se constitui em natural desdobramento da relação processual. Jurisprudência nesse sentido da Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais (SBDI-1) do Tribunal Superior do Trabalho. Irregularidade de representação quando da interposição do recurso de revista. Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 2038/2001-017-01-40
Fonte DJ - 25/02/2005
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, despacho de admissibilidade de ecurso de revista que não o, irregularidade de representação.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›