TST - AIRR - 786/2002-027-04-41


04/mar/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PRELIMINAR DE NÃO-CONHECIMENTO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO POR IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO ARGÜIDA EM CONTRAMINUTA. Observa-se que o advogado Sérgio Roberto Vosgerau, regularmente constituído por meio da procuração de fls. 7/8, com poderes para substabelecer, veio a fazê-lo mediante o instrumento de fls. 9, em que outorgou poderes bastantes ao advogado Maurício Rodrigo Tavares Levy, inclusive o de substabelecer. Logo, é válido o substabelecimento de fls. 10, firmado por esse último, que conferiu poderes aos signatários do Agravo de Instrumento. Assim, a Reclamada está regularmente representada.

Tribunal TST
Processo AIRR - 786/2002-027-04-41
Fonte DJ - 04/03/2005
Tópicos agravo de instrumento, preliminar de não-conhecimento do agravo de instrumento por irregularidade de, observa-se que o advogado.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›