TST - ED-AIRR - 758/2000-403-04-40


22/mar/2005

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO. OMISSÃO INEXISTENTE. INTUITO PROCRASTINATÓRIO. MULTA. Inexistindo a alegada omissão, desnecessária a complementação da prestação jurisdicional. Outrossim, revelando a conduta da embargante o seu intuito procrastinatório, aplica-se-lhe a multa prevista no art. 538, parágrafo único, do CPC, no importe de 1% do valor da causa. Embargos de declaração a que se nega provimento, com aplicação de multa.

Tribunal TST
Processo ED-AIRR - 758/2000-403-04-40
Fonte DJ - 22/03/2005
Tópicos embargos de declaração, omissão inexistente, intuito procrastinatório.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›