TST - AIRR - 2084/2000-032-02-40


22/mar/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. ADMISSIBILIDADE. RECURSO DE REVISTA. EXECUÇÃO. IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. VÍCIO NA FASE RECURSAL. 1. Constatado que a advogada subscritora do agravo de petição, na época da interposição do apelo, não detinha poderes para representar a parte, não há como se afastar a conclusão de irregularidade de representação.

Tribunal TST
Processo AIRR - 2084/2000-032-02-40
Fonte DJ - 22/03/2005
Tópicos agravo de instrumento, admissibilidade, recurso de revista.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›