TST - AIRR - 1362/2001-059-02-40


22/mar/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA - PEÇAS OBRIGATÓRIAS À FORMAÇÃO AUTENTICADAS POR CARIMBO DO PRÓPRIO AGRAVANTE AUTENTICAÇÃO INVÁLIDA. O agravo não merece conhecimento por deficiência de instrumento. As peças obrigatórias à respectiva formação contêm autenticação inválida, que consiste em carimbo onde consta tão-somente a informação confere com o original a sigla do sindicato agravante. Observa-se que nem mesmo a rubrica aposta sobre o referido carimbo lhe torna válido, diante da impossibilidade de saber a quem pertence, não havendo como se enquadrar tal autenticação na exigência prevista no art. 544, § 1º, do CPC ou na IN 16/99 do TST, os quais dispõem que as cópias das peças poderão ser declaradas autênticas pelo próprio advogado do agravante, sob a sua responsabilidade pessoal, o que, conforme se constata, não ocorreu no caso presente. Portanto, o agravo não deve ser conhecido em face do desatendimento ao item IX da Instrução Normativa nº 16/99 do TST e aos arts. 830 da CLT, 365, III, 384 e 544, § 1º, do CPC e 137 do CCiv.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1362/2001-059-02-40
Fonte DJ - 22/03/2005
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, peças obrigatórias à formação autenticadas por carimbo do próprio agravante, o agravo não merece.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›