STJ - AgRg no REsp 476487 / RS AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2002/0148485-8


07/abr/2003

RECURSO ESPECIAL. IPI. INSUMOS E MATÉRIAS-PRIMAS ISENTOS OU
TRIBUTADOS À ALÍQUOTA ZERO. DIREITO AO CREDITAMENTO.
INAPLICABILIDADE DO ART. 166 DO CTN.
1. O egrégio STF, considerando o princípio constitucional da
não-cumulatividade, assegurou ao contribuinte do IPI o direito ao
creditamento do imposto na hipótese de aquisição de insumos e
matérias-primas isentos ou tributados à alíquota zero.
2. O art. 166 do CTN aplica-se, apenas, nas hipóteses de repetição
do indébito ou de compensação.
3. Precedentes de ambas as Turmas de Direito Público do STJ.
4. Agravo regimental provido, por força da necessidade de submissão
à jurisprudência uniformizadora.

Tribunal STJ
Processo AgRg no REsp 476487 / RS AGRAVO REGIMENTAL NO RECURSO ESPECIAL 2002/0148485-8
Fonte DJ 07.04.2003 p. 248
Tópicos recurso especial, ipi, insumos e matérias-primas isentos ou tributados à alíquota zero.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›