TST - AIRR - 86338/2003-900-02-00


15/abr/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. ADICIONAL DE INSALUBRIDADE. MATÉRIA EXAMINADA COM BASE NA PROVA. DESPROVIMENTO. o egrégio Tribunal Regional, com base no conjunto fático-probatório dos autos, concluiu ser devido aos reclamantes o adicional de insalubridade, realçando que restou comprovado que os autores trabalhavam submetidos à ação de agentes hostis à sua saúde. Desta forma, para se chegar a entendimento diverso, necessário seria o reexame dos fatos e da prova produzida, o que é incabível nesta Instância recursal, dada a natureza extraordinária do recurso de revista, a teor do entendimento consubstanciado no Enunciado nº 126 do C. TST. Agravo a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 86338/2003-900-02-00
Fonte DJ - 15/04/2005
Tópicos agravo de instrumento, adicional de insalubridade, matéria examinada com base na prova.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›