TST - AIRR - 2882/1999-065-02-40


15/abr/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. AUSÊNCIA DE PEÇAS. NÃO-CONHECIMENTO. A partir de 1º de agosto de 2003, o Agravo de Instrumento não pode mais ser processado nos autos principais, competindo à Parte trasladar as peças necessárias à sua formação. Não o tendo feito, o Agravo de Instrumento não alcança o conhecimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 2882/1999-065-02-40
Fonte DJ - 15/04/2005
Tópicos agravo de instrumento, ausência de peças, não-conhecimento.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›