TST - A-AIRR - 1018/2003-102-10-40


22/abr/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO - RAZÕES REMISSIVAS NÃO-CABIMENTO. São inadmissíveis razões remissivas, visto que a parte deve esgotar, a cada iniciativa processual, todos os seus fundamentos, não podendo transmitir ao Juízo a incumbência de buscar, em momentos pregressos da marcha processual, elementos que a socorram. Isso violentaria, a um só tempo, o ordenamento das preclusões e a necessária imparcialidade de que se deve revestir o julgador. Se a parte agravante deixa de atacar o despacho que denegou seguimento ao recurso de revista, porque repete, no agravo de instrumento, as mesmas razões da revista, o agravo carece de fundamentação. Agravo não provido.

Tribunal TST
Processo A-AIRR - 1018/2003-102-10-40
Fonte DJ - 22/04/2005
Tópicos agravo de instrumento, razões remissivas não-cabimento, são inadmissíveis razões remissivas,.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›