TST - AIRR - 138/2004-015-12-40


29/abr/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS. BASE DE CÁLCULO DO ADICIONAL DE PERICULOSIDADE DOS ELETRICITÁRIOS. Nega-se provimento ao agravo de instrumento quando a decisão recorrida está em conformidade com a iterativa, notória e atual jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho (Súmula nº 333 do TST). Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 138/2004-015-12-40
Fonte DJ - 29/04/2005
Tópicos agravo de instrumento, honorários advocatícios, base de cálculo do adicional de periculosidade dos eletricitários.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›