TST - RR - 745300/2001


06/mai/2005

ADICIONAL DE PERICULOSIDADE. EXPOSIÇÃO NÃO PERMANTE AO AGENTE PERIGOSO. Quando a exposição ao agente perigoso não ocorre de forma permanente, o empregado não faz jus ao pagamento do adicional de periculosidade. OJ 05, da SDI-1/TST. MULTA DE 1% SOBRE O VALOR DA CAUSA. EMBARGOS NÃO PROTELATÓRIOS.

Tribunal TST
Processo RR - 745300/2001
Fonte DJ - 06/05/2005
Tópicos adicional de periculosidade, exposição não permante ao agente perigoso, quando a exposição ao.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›