TST - AIRR - 81677/2003-900-04-00


06/mai/2005

HORAS EXTRAS. BANCÁRIO. CARGO DE CONFIANÇA O Regional assentou que o Reclamante não exercia função de confiança. Aduziu que o Reclamado não provou que o Obreiro detinha especial fidúcia para representá-lo. Incidência da Súmula 126/TST.Agravo de Instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 81677/2003-900-04-00
Fonte DJ - 06/05/2005
Tópicos horas extras, bancário, cargo de confiança o.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›