STJ - AgRg no Ag 489312 / RS AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 2002/0158971-7


25/ago/2003

PROCESSUAL CIVIL. EXECUÇÃO DE TÍTULO JUDICIAL NÃO EMBARGADA.
CABIMENTO DE HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS CONTRA A FAZENDA PÚBLICA.
INAPLICABILIDADE DA MP 2180-35 AOS PROCESSOS EM CURSO. MATÉRIA
PACIFICADA.
1. A Corte Especial deste STJ, em sessão de julgamento realizada em
18.06.2003, consagrou entendimento no sentido de que a Medida
Provisória 2.180-35, de 24 de agosto de 2001, que veda a condenação
da Fazenda Pública em honorários advocatícios nas execuções não
embargadas, não se aplica aos processos em curso antes de sua
entrada em vigor (ERESP 426.486/RS, Min. José Arnaldo da Fonseca).
2. Agravo regimental desprovido.

Tribunal STJ
Processo AgRg no Ag 489312 / RS AGRAVO REGIMENTAL NO AGRAVO DE INSTRUMENTO 2002/0158971-7
Fonte DJ 25.08.2003 p. 266
Tópicos processual civil, execução de título judicial não embargada, cabimento de honorários advocatícios contra a fazenda pública.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›