TST - E-RR - 527410/1999


20/mai/2005

HORAS EXTRAS. BANCÁRIO. CARGO DE CONFIANÇA. GERENTE DE AGÊNCIA. ARTIGO 62, INCISO II, DA CLT. 1. Se resulta comprovado que o empregado, gerente de agência, era a autoridade máxima no estabelecimento bancário, aplicável à espécie o artigo 62, inciso II, da CLT. 2. Virtuais limitações decorrentes do exercício de função de confiança, mormente a submissão de decisões ao crivo de superintendência regional, não desqualificam o gerente de agência como alto empregado do Banco.

Tribunal TST
Processo E-RR - 527410/1999
Fonte DJ - 20/05/2005
Tópicos horas extras, bancário, cargo de confiança.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›