TST - AIRR - 105/2006-016-04-41


18/mar/2008

ADICIONAL DE INSALUBRIDADE RECEPCIONISTA DE HOSPITAL - SÚMULA 126 DO TST REEXAME DO CONJUNTO FÁTICO-PROBATÓRIO DOS AUTOS. 1. Consoante o disposto na Súmula 126 do TST, é incabível o recurso de revista para reexame de fatos e provas. 2. Na hipótese vertente, o Regional, com base no conjunto fático-probatório dos autos, concluiu que a Autora, como recepcionista de hospital, não fazia jus ao adicional de insalubridade em grau máximo, em face dos agentes nocivos à saúde a que estava exposta.

Tribunal TST
Processo AIRR - 105/2006-016-04-41
Fonte DJ - 18/03/2008
Tópicos adicional de insalubridade recepcionista de hospital, súmula 126 do tst reexame do conjunto fático-probatório dos autos, consoante o disposto na.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›