TST - AIRR - 9025/2002-900-01-00


17/jun/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. HORAS EXTRAS. BASE DE CÁLCULO. O eg. Regional concluiu não haver qualquer equívoco nos cálculos e pagamentos das verbas pleiteadas pelo Autor. Para entender de modo diverso, seria necessário o reexame do conjunto probatório dos autos, o que é vedado, nos termos da Súmula 126 desta Corte. Agravo de Instrumento não provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 9025/2002-900-01-00
Fonte DJ - 17/06/2005
Tópicos agravo de instrumento, horas extras, base de cálculo.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›