TST - AIRR - 1227/2001-005-23-40


17/jun/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. SALÁRIO PAGO POR FORA. HORAS EXTRAS. ÔNUS DA PROVA. No caso em tela, a Reclamante desincumbiu-se do ônus da prova, apresentando testemunhas que confirmaram suas alegações e por meio dos controles de freqüência apresentados. Não se há falar, portanto, em violação dos artigos 818 da CLT e 333, I, do CPC. Agravo de Instrumento não provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1227/2001-005-23-40
Fonte DJ - 17/06/2005
Tópicos agravo de instrumento, salário pago por fora, horas extras.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›