TST - AIRR - 241/2004-056-03-40


17/jun/2005

AGRAVO DE INSTRUMENTO. HORAS IN ITINERE. NÃO-PROVIMENTO. Se o Tribunal Regional, com base no conjunto fático-probatório dos autos, reconheceu expressamente a incompatibilidade entre o horário do transporte público e a jornada de trabalho do empregado, fato, aliás, que não cabe reexame (Súmula nº 126 do TST), forçosa a conclusão de que o entendimento desta Corte Superior, no sentido de que havendo incompatibilidade de horários entre a jornada de trabalho e o transporte público é aplicável a diretriz emanada da Súmula nº 90 desta Corte, sendo devidas as horas in itinere, não restou contrariado pelo v. acórdão do Regional guerreado. Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 241/2004-056-03-40
Fonte DJ - 17/06/2005
Tópicos agravo de instrumento, horas in itinere, não-provimento.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›