TST - RR - 1797/2002-051-02-00


24/jun/2005

RECURSO DE REVISTA. EMPREGADA GESTANTE. ESTABILIDADE PROVISÓRIA. INDENIZAÇÃO CORRESPONDENTE AO PERÍODO DE ESTABILIDADE. É irrelevante perquirir se a Reclamada tinha, ou não, conhecimento da gravidez da Reclamante na época da dispensa. Orientação traçada nos itens I e II da Súmula nº 244. Recurso de revista a que se dá provimento.

Tribunal TST
Processo RR - 1797/2002-051-02-00
Fonte DJ - 24/06/2005
Tópicos recurso de revista, empregada gestante, estabilidade provisória.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›