TST - RR - 33736/2002-900-02-00


30/set/2005

RECURSO DE REVISTA DA RECLAMADA. 1) CARTÕES DE PONTO. APURAÇÃO DE HORAS EXTRAS. MINUTOS RESIDUAIS. SÚMULA N.º 366-TST. Conforme preceitua a Súmula n.º 366-TST, não serão descontadas nem computadas como jornada extraordinária as variações de horário do registro de ponto não excedentes de cinco minutos, observado o limite máximo de dez minutos diários. Se ultrapassado esse limite, será considerada como extra a totalidade do tempo que exceder a jornada normal. 2) GRATIFICAÇÃO ESPECIAL. INCORPORAÇÃO PARA FINS DE PAGAMENTO DAS FÉRIAS. IMPOSSIBILIDADE. PROVIMENTO. A decisão regional, ao validar a incidência da gratificação especial para fins de pagamento das férias, contraria a jurisprudência assente nesta Corte, expressa nos termos de sua Súmula n.º 253, segundo a qual a gratificação semestral não repercute no cálculo das horas extras, das férias e do aviso prévio, ainda que indenizados. Repercute, contudo, pelo seu duodécimo, na indenização por antigüidade e na gratificação natalina. Revista parcialmente conhecida e provida. RECURSO DE REVISTA DO RECLAMANTE. HIPÓTESES DE CABIMENTO. ART. 896 DA CLT. NÃO SATISFAÇÃO. O conhecimento do Recurso de Revista fica condicionado à satisfação dos requisitos contidos no art. 896 da CLT, relativos à demonstração de violação direta a preceito de ordem legal ou constitucional ou, ainda, divergência jurisprudencial. A matéria tida como violada deve ter sido objeto de manifestação expressa por parte da decisão recorrida, sob pena de não se considerá-la prequestionada (Súmula n.º 297-TST). De outro lado, os precedentes invocados a confronto devem apresentar identidade com os fundamentos fáticos-jurídicos lançados na decisão recorrida, sob pena de serem considerados inespecíficos. Não comprovada a satisfação daqueles requisitos, fica prejudicado o conhecimento da Revista. Recurso obreiro não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 33736/2002-900-02-00
Fonte DJ - 30/09/2005
Tópicos recurso de revista da reclamada, 1) cartões de ponto, apuração de horas extras.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›