TST - RR - 708366/2000


07/out/2005

HORAS EXTRAS. O egrégio Regional, analisando o conjunto fático-probatório dos autos, considerou satisfatoriamente demonstrado, por meio da prova testemunhal, que a Reclamante trabalhou em sobrejornada, o que motivou a condenação da Reclamada ao pagamento de horas extras e reflexos. Tal conclusão não depende da titularidade da prova produzida e é suficiente para o deferimento do direito pleiteado, sem que o julgador Regional incorra em ofensa aos artigos apontados, bem como em contrariedade à Súmula 338 desta Corte. Recurso não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 708366/2000
Fonte DJ - 07/10/2005
Tópicos horas extras, o egrégio regional, analisando.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›