TST - RR - 792065/2001


07/out/2005

RECURSO DE REVISTA - SOCIEDADE DE ECONOMIA MISTA - CONTRATAÇÃO NULA - EFEITOS Admitir efeitos ao contrato de trabalho reconhecido nulo, transformando-os em verbas indenizatórias, é contornar a regra do inciso II do art. 37 da Constituição Federal e do respectivo § 2º, tornando-os letra morta. Ao inquinar nula a contratação que deixou de observar a exigência do prévio concurso público, o constituinte pretendeu, por certo, subtrair do ato qualquer efeito. Não se afigura correto que o intérprete acabe por extrair conseqüências pecuniárias do contrato nulo, ainda que sob o rótulo de indenização. Tem plena aplicação, portanto, a Súmula 363 desta C. Corte. Recurso conhecido e parcialmente provido.

Tribunal TST
Processo RR - 792065/2001
Fonte DJ - 07/10/2005
Tópicos recurso de revista, sociedade de economia mista, contratação nula.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›