TST - RR - 726854/2001


03/fev/2006

HORAS EXTRAS E REFLEXOS. TURNOS ININTERRUPTOS DE REVEZAMENTO. A revista não merece prosperar, na medida em que o egrégio TRT de origem decidiu com base na análise das provas constantes dos autos, concluindo estar o reclamante ferroviário enquadrado na categoria “C” dos arts. 237 e 239 da CLT, fazendo jus à jornada normal de 08 (oito) horas de trabalho, sendo inviável chegar-se à conclusão diversa sem o revolvimento destas, que vedado nesta fase recursal a teor da Súmula nº 126 do TST. Recurso de revista não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 726854/2001
Fonte DJ - 03/02/2006
Tópicos horas extras e reflexos, turnos ininterruptos de revezamento, a revista não merece.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›