TST - RR - 699592/2000


03/fev/2006

JORNADA DE TRABALHO. OPERADORA DE TELEMARKETING. Empregada contratada para exercer a função de teleatendimento não está sujeita ao mesmo desgaste, sobretudo auditivo, do telefonista de mesa ou de empresas do ramo da telefonia. A orientação expressa no Enunciado nº 178 do TST traduz uma interpretação do art. 227 da CLT.

Tribunal TST
Processo RR - 699592/2000
Fonte DJ - 03/02/2006
Tópicos jornada de trabalho, operadora de telemarketing, empregada contratada para exercer.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›