STJ - EREsp 476482 / RS EMBARGOS DE DIVERGENCIA NO RECURSO ESPECIAL 2003/0169232-5


16/ago/2004

PROCESSUAL CIVIL. TRIBUTÁRIO. ADESÃO AO REFIS. VERBAS SUCUMBENCIAIS.
DECRETO-LEI Nº 1.025/69. EXECUÇÃO PROMOVIDA PELO INSS.
1. Nos casos em que a execução foi promovida pelo Instituto Nacional
do Seguro Social – INSS, não há inclusão do encargo de 20% nas
Certidões de Dívida Ativa, pois, de acordo com o artigo 1º do
Decreto-Lei nº 1.025/69 e com a Súmula 168 do extinto Tribunal
Federal de Recursos, apenas nas execuções promovidas pela União há a
obrigação do recolhimento do encargo. Desse modo, são devidos
honorários de 1% sobre o total do débito consolidado, nos termos da
Lei nº 10.189/2001.
2. Embargos de divergência providos.

Tribunal STJ
Processo EREsp 476482 / RS EMBARGOS DE DIVERGENCIA NO RECURSO ESPECIAL 2003/0169232-5
Fonte DJ 16.08.2004 p. 126
Tópicos processual civil, tributário, adesão ao refis.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›