TST - AIRR - 343/2002-079-03-40


03/fev/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. PROCESSO DE EXECUÇÃO. INTIMAÇÃO PESSOAL DA PRAÇA. NOMEAÇÃO DE DEPOSITÁRIO. EXCESSO DE PENHORA. VALOR DO BEM. AFRONTA AO ARTIGO 5º, II, XXXV, LIV E LV, DA CF. ARTIGO 896, § 2º, DA CLT E SÚMULA Nº 266. DESPROVIMENTO. Na presente hipótese, a matéria debatida reveste-se de cunho infraconstitucional necessidade de intimação pessoal da reclamada para a praça, excesso de penhora e nomeação de depositário -, não havendo como vislumbrar violação de dispositivo constitucional. Logo, resulta inafastável o intuito do recorrente de ver caracterizada afronta a dispositivo constitucional por via reflexa artigo 5º, II, XXXV, LIV e LV, da Constituição Federal -, o que não se coaduna com o disposto no art. 896, § 2º, da CLT. Incidência da Súmula nº 266 do TST. Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 343/2002-079-03-40
Fonte DJ - 03/02/2006
Tópicos agravo de instrumento, processo de execução, intimação pessoal da praça.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›