TST - AIRR - 29432/2002-902-02-00


10/fev/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. HORAS EXTRAORDINÁRIAS. ADICIONAL DE PERICULOSIDADE. BASE DE CÁLCULO. SÚMULA Nº 264 DO TST. Inviável é o provimento do agravo de instrumento quando se vislumbra que o entendimento adotado pelo Colegiado Regional, acerca da incidência do adicional de periculosidade na base de cálculo das horas extras perfilha o mesmo entendimento consubstanciado na Súmula nº 264 deste Tribunal. Agravo de instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 29432/2002-902-02-00
Fonte DJ - 10/02/2006
Tópicos agravo de instrumento, horas extraordinárias, adicional de periculosidade.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›