TST - E-ED-A-AIRR - 42530/2002-902-02-40


31/mar/2006

RECURSO DE EMBARGOS. INTEMPESTIVIDADE DO AGRAVO DE INSTRUMENTO. Não restou provada a suspensão dos prazos pelo Tribunal Regional do Trabalho da Segunda Região, razão por que o Agravo de Instrumento efetivamente não merecia admissibilidade, revelando-se irretocáa decisão da Turma de negar provimento ao Agravo, mantendo o despacho em que se negou seguimento ao Agravo de Instrumento, em face da sua intempestividade. Recurso de Embargos de que não se conhece.

Tribunal TST
Processo E-ED-A-AIRR - 42530/2002-902-02-40
Fonte DJ - 31/03/2006
Tópicos recurso de embargos, intempestividade do agravo de instrumento, não restou provada a.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›