TST - AIRR - 4765/2000-021-09-00


20/abr/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO BANCÁRIO - HORAS EXTRAS - CARGO DE CONFIANÇA - CARACTERIZAÇÃO. Segundo o acórdão recorrido, as provas dos autos indicam que o Autor não exercia atribuições típicas de cargo de confiança. Dessa forma, incide à hipótese o inciso I da Súmula 102/TST e a Súmula 126/TST. Agravo de Instrumento não provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 4765/2000-021-09-00
Fonte DJ - 20/04/2006
Tópicos agravo de instrumento bancário, horas extras, cargo de confiança.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›