TST - RR - 760026/2001


20/abr/2006

DIGITADOR. JORNADA DE TRABALHO REDUZIDA. INEXISTÊNCIA. Não existe norma legal estabelecendo jornada reduzida de seis horas para o digitador, sendo inviável a aplicação analógica do disposto no art. 227 da CLT a essa classe de trabalhadores, por dirigir-se tal preceito especificamente às empresas que exploram o serviço de telefonia, telegrafia submarina ou subfluvial, de radiotelegrafia ou de radiotelefonia. Revista conhecida e provida.

Tribunal TST
Processo RR - 760026/2001
Fonte DJ - 20/04/2006
Tópicos digitador, jornada de trabalho reduzida, inexistência.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›