TST - AIRR - 1377/2003-421-01-40


19/mai/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. INTEMPESTIVIDADE. NÃO-CONHECIMENTO. Constatando-se que o agravo foi interposto em momento posterior ao octídio legal, e não tendo a parte recorrente comprovado a existência de causa de suspensão, capaz de justificar a prorrogação do prazo recursal, resta inviável o seu conhecimento. Incidência da Súmula nº 385 do TST. Agravo de Instrumento não-conhecido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 1377/2003-421-01-40
Fonte DJ - 19/05/2006
Tópicos agravo de instrumento, intempestividade, não-conhecimento.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›