TST - AIRR e RR - 219/2000-001-17-00


07/mar/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO DA PRIMEIRA RECLAMADA. INTERVALO INTRAJORNADA. ÔNUS DA PROVA. Conforme o quadro delineado nos autos, torna-se impertinente a alegação de que o Reclamante não se desincumbiu do ônus de prova sobre a não fruição do intervalo intrajornada, quando se extrai da decisão recorrida que o pedido de horas extras foi deferido com base nos próprios cartões de ponto exibidos, restando afastada a alegação de ofensa aos artigos 818 da CLT e 333, I do CPC.

Tribunal TST
Processo AIRR e RR - 219/2000-001-17-00
Fonte DJ - 07/03/2008
Tópicos agravo de instrumento da primeira reclamada, intervalo intrajornada, ônus da prova.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›