TST - AIRR - 206/2002-113-03-00


10/ago/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. HORAS EXTRAORDINÁRIAS. CARTÕES DE PONTO. FUNÇÃO DE TESOUREIRO. Para chegar-se às conclusões pretendidas pela Agravante, quais sejam, a de que o Autor não se desincumbiu do ônus de comprovar a jornada extraordinária, que os cartões de ponto retratam a verdadeira jornada laborada e que o empregado laborou na função de tesoureiro, ter-se-ia, necessariamente, que reexaminar o conjunto fático-probatório, o que é vedado nesta Instância Extraordinária, a teor da Súmula 126/TST. Agravo de Instrumento a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo AIRR - 206/2002-113-03-00
Fonte DJ - 10/08/2006
Tópicos agravo de instrumento em recurso de revista, horas extraordinárias, cartões de ponto.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›