TST - AIRO - 55414/1998-000-01-40


18/mar/2008

AGRAVO DE INSTRUMENTO. RECURSO ORDINÁRIO EM AÇÃO RESCISÓRIA. DESERÇÃO. O recolhimento das custas processuais constitui pressuposto objetivo indispensável ao conhecimento dos recursos, de modo que, não sendo a parte recorrente beneficiada da isenção do seu pagamento, deverá pagá-las no prazo do Recurso, nos moldes em que previsto no art. 789 da CLT. Deixando, contudo, de observar a regra contida no aludido dispositivo de lei e não se inserindo a Agravante nas exceções previstas na legislação, há que ser mantida a deserção do Recurso Ordinário declarada no TRT. Agravo de Instrumento não provido.

Tribunal TST
Processo AIRO - 55414/1998-000-01-40
Fonte DJ - 18/03/2008
Tópicos agravo de instrumento, recurso ordinário em ação rescisória, deserção.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›