TST - RR - 33321/2002-900-02-00


10/ago/2006

RECURSO DE REVISTA. DOENÇA PROFISSIONAL. NEXO CAUSAL. LEI Nº 8213/91 - ART. 118. SÚMULA Nº 378, ITEM II, DO TST. Proclamando o Regional que o laudo pericial em ação acidentária atesta que a Agravada é portadora de moléstia classificada como doença do trabalho gerando incapacidade parcial e permanente, explicitando ainda que a moléstia está diretamente relacionada com as atividades laborais, a decisão regional encontra-se em harmonia com a ressalva contida na parte final do item II da Súmula nº 378 do TST. Recurso de revista não conhecido.

Tribunal TST
Processo RR - 33321/2002-900-02-00
Fonte DJ - 10/08/2006
Tópicos recurso de revista, doença profissional, nexo causal.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›