TST - AIRR - 333/2005-016-10-40


18/ago/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. DESPROVIMENTO. HORAS EXTRAS. BANCÁRIO. CARGO DE CONFIANÇA. IMPOSSIBILIDADE DE REEXAME FÁTICO. Não merece provimento o agravo de instrumento, ante o que dispõe a Súmula 102, item I, do C. TST, que impede o exame da configuração do exercício de cargo de confiança, quando depender de prova das reais atribuições do empregado.

Tribunal TST
Processo AIRR - 333/2005-016-10-40
Fonte DJ - 18/08/2006
Tópicos agravo de instrumento, desprovimento, horas extras.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›