TST - AIRR - 62542/2002-900-02-00


25/ago/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. JUÍZO DE ADMISSIBILIDADE AD QUEM. Afastado o óbice apontado pelo juízo primeiro de admissibilidade recursal no sentido de ser o Banco executado parte ilegítima na relação processual, tendo em vista que a nova razão social do devedor já havia sido registrada no próprio acórdão regional, pode o juízo ad quem prosseguir no exame dos demais pressupostos extrínsecos e intrínsecos do recurso de revista denegado, conforme preconizado na Orientação Jurisprudencial nº 282 da SBDI-1 do TST. EXECUÇÃO DE SENTENÇA. CORREÇÃO MONETÁRIA. ÉPOCA PRÓPRIA.

Tribunal TST
Processo AIRR - 62542/2002-900-02-00
Fonte DJ - 25/08/2006
Tópicos agravo de instrumento, juízo de admissibilidade ad quem, afastado o óbice apontado.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›