TST - AIRR - 482/2004-661-04-40


08/set/2006

AGRAVO DE INSTRUMENTO. HORAS EXTRAS. CARGO DE CONFIANÇA. Correto o entendimento do Tribunal Regional, já que restou comprovado nos autos que o Reclamante estava subordinado a outros superiores hierárquicos e que possuía controle de jornada. Entendimento diverso encontra óbice na Súmula 126 do TST. Agravo de Instrumento não provido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 482/2004-661-04-40
Fonte DJ - 08/09/2006
Tópicos agravo de instrumento, horas extras, cargo de confiança.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›