TST - RR - 701040/2000


29/set/2006

RECURSO DE REVISTA. NULIDADE CONTRATUAL. EFEITOS. PROVIMENTO PARCIAL. A discussão acerca dos efeitos da declaração da nulidade do contrato de trabalho firmado pela Administração Pública sem a prévia aprovação da obreira em concurso público já se encontra pacificada no âmbito desta Corte Superior, que editou a Súmula nº 363, verbis: A contratação de servidor público, após a CF/1988, sem prévia aprovação em concurso público, encontra óbice no respectivo art. 37, II, e § 2º, somente lhe conferindo direito ao pagamento da contraprestação pactuada, em relação ao número de horas trabalhadas, respeitado o valor da hora do salário mínimo, e dos valores referentes aos depósitos do FGTS. In casu, a decisão do Regional condenou o município reclamado, além de parcelas de cunho salarial, na anotação da CTPS, o que não se coaduna com a diretriz perfilhada no verbete sumular retro mencionado. Recurso de revista de que se conhece e a que se dá parcial provimento.

Tribunal TST
Processo RR - 701040/2000
Fonte DJ - 29/09/2006
Tópicos recurso de revista, nulidade contratual, efeitos.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›