TST - RR - 2037/2000-016-15-00


29/set/2006

DANO MORAL ADVINDO DE RELAÇÃO DE EMPREGO PRESCRIÇÃO. Se a postulação da indenização por danos morais é feita na Justiça do Trabalho, sob o fundamento de que a lesão decorreu da relação de trabalho, não há como se pretender a aplicação do prazo prescricional de 20 anos, referente ao Direito Civil (antigo CC, art. 177), quando o ordenamento jurídico-trabapossui prazo prescricional unificado de cinco anos, a contar da ocorrênda lesão, com limite de 2 anos após a extinção do contrato (CF, art. 7º, XXIX; CLT, art. 11). Recurso de revista conhecido e desprovido.

Tribunal TST
Processo RR - 2037/2000-016-15-00
Fonte DJ - 29/09/2006
Tópicos dano moral advindo de relação de emprego prescrição, se a postulação da.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›