TST - A-AIRR - 3346/1996-069-02-40


08/jun/2007

AGRAVO EM AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. IRREGULARIDADE DE REPRESENTAÇÃO. AGRAVO DE INSTRUMENTO SUBSCRITO POR ADVOGADO SEM PODERES DE REPRESENTAÇÃO NOS AUTOS. Ficou comprovado nos autos que o subscritor das razões do agravo de instrumento não detinha poderes de representação para defender os interesses da reclamada. Não há, nos autos, instrumento procuratório habilitando o causídico, tampouco participou ele de audiência, de modo a caracterizar o mandato tácito. Agravo a que se nega provimento.

Tribunal TST
Processo A-AIRR - 3346/1996-069-02-40
Fonte DJ - 08/06/2007
Tópicos agravo em agravo de instrumento em recurso de revista, irregularidade de representação, agravo de instrumento subscrito por advogado sem poderes de representação.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›