TST - AIRR - 67685/2002-900-02-00


15/jun/2007

AGRAVO DE INSTRUMENTO. ESTABILIDADE PROVISÓRIA. MEMBRO DA CIPA. FECHAMENTO DA EMPRESA. AGRAVO DESFUNDAMENTADO. Não tendo a parte enfrentado os fundamentos do despacho agravado, há de se reconhecer que o agravo não atende aos requisitos do art. 524 do CPC, estando desfundamentado. Incidência da Súmula nº 422 do TST. Agravo de instrumento não conhecido.

Tribunal TST
Processo AIRR - 67685/2002-900-02-00
Fonte DJ - 15/06/2007
Tópicos agravo de instrumento, estabilidade provisória, membro da cipa.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›