TST - ED-RR - 622014/2000


29/jun/2007

EMBARGOS DE DECLARAÇÃO MANEJO DELIBERADAMENTE DESVIRTUADO DAS FINALIDADES PRECÍPUAS DO INSTRUMENTO PROCESSUAL ATUAÇÃO PROTELATÓRIA DA ENTREGA DA PRESTAÇÃO JURISDICIONAL MULTA. A parte que se utiliza dos embargos de declaração sem que o julgado embargado apresente qualquer imperfeição, dentre aquelas que estão objetiva e exaustivamente elencadas no art. 535 do CPC, promove o retardamento injustificado na entrega da prestação jurisdicional hipótese que dá ensejo à imposição da penalidade estabelecida no parágrafo único do art. 538 do CPC. Embargos de declaração desprovidos.

Tribunal TST
Processo ED-RR - 622014/2000
Fonte DJ - 29/06/2007
Tópicos embargos de declaração manejo deliberadamente desvirtuado das finalidades precípuas do, a parte que se.

Cadastre-se gratuitamente para acessar a íntegra deste acórdão  ›