Peculato


26/set/2016
 
Histórico de atualizações deste conteúdo
17/mai/2013 Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data.
31/mar/2015 Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data.
26/set/2016 Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data.
18/ago/2009 Publicado no DireitoNet.

É um crime cometido pelo funcionário público contra a Administração Pública em geral. Configura tal conduta delituosa quando o funcionário apropria-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão da função, ou o desvia em proveito próprio ou alheio. Este crime funcional pode se dar de duas formas, como peculato furto, também chamado de peculato impróprio, previsto no § 1º do artigo 312 do Código Penal; ou como peculato culposo, previsto no § 2º desse mesmo dispositivo legal. A pena prevista para este crime é de reclusão, de 2 (dois) a 12 (doze) anos, e multa.

Fundamentação:

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

Veja mais sobre Peculato no DireitoNet.

Histórico de atualizações deste conteúdo
Críticas ou sugestões? Clique aqui
17/mai/2013 Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data.
31/mar/2015 Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data.
26/set/2016 Revisão geral. Este material não sofreu novas alterações até esta data.
18/ago/2009 Publicado no DireitoNet.

Veja também


Guias de Estudo:

Resumos:

Testes:

Dicionário: