Adicional de insalubridade


17/nov/2014
 
Histórico de atualizações deste conteúdo
17/nov/2014 Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data.
18/abr/2013 Publicado no DireitoNet.

Atividade insalubre é aquela prejudicial à saúde, que pode causar doença. O trabalhador que presta serviços em condições insalubres tem direito a receber uma remuneração maior. Para que seja caracterizada a insalubridade, o obreiro deve ficar exposto a agentes nocivos a sua saúde, de forma que essa exposição seja acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza e da intensidade do agente e do tempo de exposição, caso esta esteja nos limites de tolerância, não há direito ao adicional. O exercício de trabalho em condições insalubres assegura a percepção de adicional respectivamente de 40% (quarenta por cento), 20% (vinte por cento) e 10% (dez por cento) do salário-mínimo da região, segundo se classifiquem nos graus máximo, médio e mínimo. O adicional tem natureza salarial e não indenizatória, cujo objetivo é compensar o trabalho em condições gravosas à saúde do empregado. Cessada a insalubridade, deixa de existir o pagamento do adicional, não se incorporando ao salário.

Fundamentação:

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

Veja mais sobre Adicional de insalubridade no DireitoNet.

Histórico de atualizações deste conteúdo
Críticas ou sugestões? Clique aqui
17/nov/2014 Revisão geral. Este material não sofreu alterações até esta data.
18/abr/2013 Publicado no DireitoNet.

Veja também


Guias de Estudo:

Resumos:

Petições:

Testes:

Dicionário:

Artigos:

Notícias: