Segurado especial


17/out/2013
 
Histórico de atualizações deste conteúdo
17/out/2013 Revisado de acordo com o decreto nº 8.123/13.
16/jan/2013 Publicado no DireitoNet.

Trata-se do pequeno trabalhador rural ou pescador artesanal que trabalha individualmente ou em família visando sua subsistência, sem a utilização de empregados permanentes. Conforme inciso VII, do artigo 12, da Lei nº 8.212/91, é a “pessoa física residente no imóvel rural ou em aglomerado urbano ou rural próximo a ele que, individualmente ou em regime de economia familiar, ainda que com o auxílio eventual de terceiros a título de mútua colaboração, na condição de:  a) produtor, seja proprietário, usufrutuário, possuidor, assentado, parceiro ou meeiro outorgados, comodatário ou arrendatário rurais, que explore atividade: 1. agropecuária em área de até 4 (quatro) módulos fiscais; ou 2. de seringueiro ou extrativista vegetal que exerça suas atividades nos termos do inciso XII do caput do art. 2o da Lei no 9.985, de 18 de julho de 2000, e faça dessas atividades o principal meio de vida; b) pescador artesanal ou a este assemelhado, que faça da pesca profissão habitual ou principal meio de vida; e  c) cônjuge ou companheiro, bem como filho maior de 16 (dezesseis) anos de idade ou a este equiparado, do segurado de que tratam as alíneas a e b deste inciso, que, comprovadamente, trabalhem com o grupo familiar respectivo”.

Fundamentação:

Temas relacionados:

Referências bibliográficas:

Veja mais sobre Segurado especial no DireitoNet.

Histórico de atualizações deste conteúdo
Críticas ou sugestões? Clique aqui
17/out/2013 Revisado de acordo com o decreto nº 8.123/13.
16/jan/2013 Publicado no DireitoNet.